Madri, 3 fev (EFE).- Pelo menos 12 pessoas foram detidas nas últimas horas nas cidades espanholas de Barcelona e Valência, acusadas de fazer parte de uma rede de falsificação de documentos para crimes comuns e suspeitas de ligação com a rede terrorista Al Qaeda, informaram à Agência Efe fontes da investigação.

Em Valência, no leste mediterrâneo da Espanha, foram detidos quatro indianos e um paquistanês.

O número de detidos em Barcelona chega a sete, segundo fontes policiais, mas a operação, dirigida pelo juiz da Audiência Nacional espanhola Fernando Grande-Marlaska, continua acontecendo e não se descartam novas detenções.

Em Barcelona também foram feitas revistas em domicílios, que prosseguem.

Até o momento, a nacionalidade e a identidade dos detidos na cidade são desconhecidas. EFE bec/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.