San Sebastián (Espanha), 16 jan (EFE).- A Polícia autônoma do País Basco desativou hoje uma bomba-armadilha colocada no acesso ao repetidor de televisão da localidade espanhola de Hernani, onde horas antes outro explosivo havia detonado, e encontrou uma segunda mochila que está sendo analisada.

O Departamento do Interior basco confirmou que, a cerca de dez metros do caminho que dá acesso ao repetidor de televisão, os terroristas colocaram uma bomba dentro de um recipiente metálico que estava escondido em uma mochila.

A bomba estava ligada a um cabo pouco, a cerca de 70 metros do repetidor.

O objetivo do ataque - atribuído ao grupo separatista basco ETA - era que o sistema de ativação da bomba a fizesse explodir quando algum dos agentes que fosse inspecionar a área, após o atentado contra o repetidor, tropeçasse no cabo que cruzava o caminho.

Nas proximidades, foi encontrada outra mochila que poderia conter outra bomba-armadilha.

O atentado contra o repetidor, que causou um grande estrondo e foi ouvido em diferentes pontos da localidade, causou diversos danos materiais, que estão sendo avaliados. EFE nac/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.