Em meio a protesto de aborígenes, Julia Gillard é protegida por seguranças e policiais, tropeça e perde o sapato

A primeira-ministra australiana, Julia Gillard, teve de ser protegida por seguranças e policiais após manifestantes cercarem um restaurante onde ela estava nesta quinta-feira, dia nacional da Austrália. Após passar pela multidão, Julia entrou um carro que ainda foi perseguido pela multidão.

Leia também: Sátira de TV com cena de sexo da premiê causa polêmica na Austrália

Segurança protege a premiê da Austrália, Julia Gillard, cercada por manifestantes em Camberra
AP
Segurança protege a premiê da Austrália, Julia Gillard, cercada por manifestantes em Camberra

A primeira-ministra e o líder da oposição, Tony Abbott, estavam em um restaurante de Camberra participando de uma cerimônia oficial quando o local foi cercado por 200 defensores dos direitos indígenas.

Cerca de 50 policiais escoltaram as duas autoridades até o carro e, na confusão, a premiê tropeçou e perdeu um sapato. Seu guarda-costas a abraçou para impedir que caísse e a protegeu da multidão, que gritava palavras de ordem.

Antes de ir ao restaurante, os manifestantes estavam em um local próximo conhecido como Embaixada Aborígene, onde estavam acampados para protestar contra o Dia da Austrália, que marca a chegada dos primeiros colonos britânicos em Sidney, em 26 de janeiro de 1788.

Muitos aborígenes chamam a data de Dia da Invasão e acredita-se que o verdadeiro alvo dos protestos tenha sido Abott, que recentemente propôs a revisão de algumas das concessões feitas à comunidade aborígene australiana.

Julia não ficou ferida e, horas depois, participou de outra cerimônia na residência oficial. “Só fico irritada de (o protesto) ter me tirado de um evento maravilhoso”, afirmou a premiê. “Sou durona e a polícia fez um ótimo trabalho”, afirmou.

Escoltada para fora de restaurante, Julia Gillard perde um sapato
AP
Escoltada para fora de restaurante, Julia Gillard perde um sapato

Com AP e EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.