Polícia enfrenta manifestantes em protesto de aposentados

BUENOS AIRES (Reuters) - Policiais e manifestantes entraram em choque na quarta-feira durante um protesto de funcionários públicos de Córdoba (Argentina) contra uma redução das aposentadorias. O protesto ocorreu nos arredores da Assembléia Legislativa, que debateria o projeto. A antecipação da pauta enfureceu alguns manifestantes.

Reuters |

'O Estado disse aos sindicatos na semana passada que iríamos apresentar a lei dentro de 40 dias, que íamos discutir, que íamos modificar o projeto', disse a uma TV o dirigente oposicionista local Luis Juez.

'Ontem o governador [Juan Schiaretti] decidiu que hoje seria votada, e embora a Assembléia de Córdoba sempre faça sessões às 15h, começaram a sessão às 9h30. Obviamente os sindicatos reagiram à mentira, à falsidade.'

As TVs mostraram manifestantes atirando pedras contra a polícia, que reagiu com balas de borracha e gás lacrimogêneo.

'Todos os aposentados se vêem afetados, porque o que se modifica é o futuro re-cálculo das aposentadorias. Um companheiro que se aposentou há um mês vai ganhar quase 35 por cento mais do que alguém que se aposente a partir desta lei', disse Juez.

(Reportagem de Karina Grazina)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG