O americano Anthony Sowell foi indiciado por cinco homicídios qualificados, além de estupro e sequestro, depois que a polícia encontrou mais quatro corpos em sua casa, na cidade de Cleveland, Ohio, na terça-feira. Ao todo, a polícia já encontrou dez cadáveres na casa, além de um crânio enrolado em papel, escondido dentro de um balde, no porão.

Sowell deve comparecer a um tribunal nesta quarta-feira para ouvir as acusações. Segundo o chefe da polícia local Michael McGrath, à frente da investigação, os últimos corpos foram encontrados enterrados no jardim da casa.

"Ao que parece, este homem tinha um apetite insaciável que ele tinha que preencher", disse ele.

McGrath afirmou que a polícia vai expandir a área de buscas na região, e que os agentes procuram mais provas dos crimes cometidos por Sowell.

As autoridades devem usar exames de DNA e dentadura para tentar identificar as vítimas.

Os vizinhos da casa, em um subúrbio da cidade, realizaram uma vigília no local nesta semana, em memória das vítimas cujos corpos foram encontrados até agora.

Os vizinhos chegaram a reclamar do mau cheiro que vinha do local, mas o odor foi atribuído à fábrica de salsichas ao lado da casa do réu.

Sowell - que cumpriu pena de 15 anos de prisão por causa de um estupro cometido em 1989 - foi preso no sábado passado, quando andava na rua, não muito longe de sua casa.

Leia mais sobre estupro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.