CAIRO - A polícia egípcia prendeu 11 pessoas para um interrogatório sobre uma bomba que matou um adolescente francês e feriu pelo menos outras 21 pessoas perto da região turística do Cairo no domingo, disseram fontes da polícia nesta segunda-feira. Os detidos, todos egípcios, estavam na localidade perto do momento da explosão e passaram a última noite e a manhã desta segunda-feira presos.

As fontes não disseram se a polícia já tem alguma prova convincente contra os detidos.

A bomba, colocada debaixo de um banco perto do mercado Khan el-Khalili, foi o primeiro ataque a turistas na cidade desde abril de 2005.

Os feridos incluem 13 turistas franceses, três sauditas, um alemão e quatro egípcios.

Analistas disseram que a bomba provavelmente foi trabalho de um pequeno grupo de egípcios insatisfeitos, similar ao que realizou duas operações em 2005.

Leia mais sobre atentados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.