Polícia do Zimbábue impede oposição de pedir na Justiça resultados de eleição

HARARE - A polícia do Zimbábue está impedindo o acesso dos advogados da oposição ao prédio do Tribunal Superior de Harare, onde os representantes dos líderes opositores querem apresentar um recurso obrigando a Comissão Eleitoral a divulgar os resultados das eleições realizadas há uma semana.

EFE |

Hoje estava prevista a apresentação de um pedido para que o órgão responsável pelo pleito do último sábado disponibilize os resultados da disputa.

Inicialmente, a oposição anunciou que o recurso seria apresentado ontem, mas como os advogados não terminaram a papelada na véspera, a ida ao tribunal foi adiada para este sábado.

Apesar de as eleições gerais do Zimbábue terem acontecido no dia 29 de março, as autoridades só divulgaram os resultados do pleito parlamentar, o que eleva a tensão política no país.

A oposição assegura que seu candidato à Presidência, Morgan Tsvangirai, do Movimento para Mudança Democrática (MDC), obteve votos suficientes (50,3%) para se proclamar vencedor sem necessidade de um segundo turno.

Já o partido governista, a União Nacional Africana do Zimbábue - Frente Patriótica (Zanu-PF), garantiu ontem que seu líder Robert Mugabe, no poder desde 1980, estará no próximo turno.

Saiba mais:

Leia mais sobre: Zimbábue

    Leia tudo sobre: zimbábue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG