Polícia do Malaui prende casal gay após casamento

LILONGWE (Reuters) - Dois homens do Malaui foram presos e acusados de indecência pública, após terem se tornado o primeiro casal gay a realizar uma cerimônia de casamento no conservador país africano, onde o homossexualismo é ilegal, informou a polícia nesta terça-feira. O casamento público de Tiwonge Chimbalanga e Steven Monjeza foi realizado numa cerimônia simbólica e tradicional no sábado.

Reuters |

"Nós prendemos eles na noite passada na casa deles e os acusamos de indecência pública porque a prática é contra a lei", disse o porta-voz da polícia Davi Chingwalu à Reuters.

O homossexualismo é proibido no Malaui e pode resultar numa sentença de até 14 anos de prisão.

O porta-voz policial disse que o casal provavelmente vão sofrer novas acusações e ficarão detidos enquanto são realizadas investigações.

(Reportagem de Mabvuto Banda)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG