Polícia do Irã dispersa manifestações em apoio a Mousavi, dizem testemunhas

TEERÃ - Uma multidão de partidários do líder da oposição Mirhossein Mousavi, que se reuniu no centro de Teerã após as orações desta sexta-feira, foi dispersada por forças de segurança, segundo testemunhas.

Redação com Reuters |

"Os manifestantes estavam vestindo pulseiras verdes e carregando imagens de Mousavi enquanto mostravam o sinal da vitória", disse uma testemunha. O verde foi a cor que simbolizou a campanha de Mousavi na última eleição.

Segundo relatos ouvidos pela agência Reuters, a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes. A imprensa internacional está proibida de cobrir eventos não-oficiais no Irã e encontra dificuldade para confirmar as informações.

A agência AP divulgou uma imagem, obtida por um fotógrafo que não faz parte de sua equipe, em que partidários de Mousavi são observados pela polícia em frente à Universidade de Teerã, também nesta sexta-feira.

AP
Partidários de Mousavi protestam em frente à Universidade de Teerã

Partidários de Mousavi protestam em frente à Universidade de Teerã

Segundo testemunhas, 15 pessoas teriam sido presas neste protesto, no qual a polícia usou cassetetes e bombas de gás lacrimogênio.

O incidente ocorreu enquanto o ex-presidente Akbar Hashemi Rafsanjani liderava as orações de sexta-feira dentro do campus universitário.

Do lado de fora, apoiadores de Mousavi pediam a libertação das pessoas presas em protestos contra a eleição presidencial, realizada no mês passado, além da renúncia do presidente Mahmoud Ahmadinejad.

Leia também:


Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: ahmadinejadirãmousavi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG