Polícia dispersa protesto de partidários de Mousavi no Irã

TEERÃ (Reuters) - A polícia usou cassetetes para dispersar partidários do candidato à Presidência do Irã Mirhossein Mousavi em Teerã quando eles protestavam contra a reeleição de Mahmoud Ahmadinejad, disse uma testemunha da Reuters. A testemunha afirmou que a polícia estava prendendo alguns dos manifestantes.

Reuters |

"A polícia atacou as pessoas com cassetetes e ao menos três ficaram feridas", disse a testemunha.

Os manifestantes gritavam "Somos iranianos também" e "Mousavi é nosso presidente".

A violência estourou depois que o ministro do Interior do Irã anunciou que Ahmadinejad havia vencido a eleição de sexta-feira, com 62,6 por cento dos votos em uma eleição que Mousavi criticou.

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, pediu no sábado que os derrotados na eleição evitem provocações e apóiem Ahmadinejad.

"O presidente escolhido e respeitado é o presidente de toda a nação iraniana e todos, incluindo os competidores de ontem, têm que dar apoio unânime e ajudá-lo", disse ele em um comunicado lido na televisão estatal.

"Tanto os partidários do candidato eleito quanto os dos outros candidatos devem evitar qualquer comportamento ou comunicado...provocativo", completou.

(Por Parisa Hafezi e Hashem Kalantari)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG