A polícia dispersou nesta sexta-feira com bombas de gás lacrimogêneo uma nova manifestação em Urumqi, a capital de Xinjiang (noroeste), informou a agência oficial Xinhua (Nova China).

Segundo a agência, o protesto aconteceu no centro da cidade, que tem quase dois milhões de habitantes, e que em julho registrou graves confrontos entre hans (maioria étnica na China) e uigures (muçulmanos de língua turca), nos quais morreram 197 pessoas.

Quase 1.000 manifestantes hans enfrentaram a polícia na manhã de sexta-feira, antes da dispersão.

A polícia determinou uma amplo esquema de segurança nos bairros de Urumqi nesta sexta-feira, um dia depois dos protestos de milahres de hans, que exigiam mais proteção, após uma série de ataques misteriosos com seringas.

As autoridades anunciaram na quinta-feira a detenção de 21 pessoas vinculadas aos ataques.

frb/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.