Polícia detém jovem acusado de matar policial na Irlanda do Norte

Londres, 10 mar (EFE).- Um jovem de 18 anos foi detido acusado de ter relação com o assassinato de um agente cometido na segunda-feira à noite e que foi atribuído ao IRA de Continuidade, uma dissidência do Exército Republicano Irlandês (IRA), segundo informou hoje a Polícia.

EFE |

O agente, identificado como Stephen Paul Carroll, de 48 anos, foi baleado na localidade de Craigavon, sul da província, enquanto investigava a denúncia de uma mulher sobre uma atividade suspeita na região.

No tiroteio, o companheiro do agente falecido ficou ferido, segundo as forças da ordem.

O suspeito foi detido em Craigavon, segundo a Polícia, que não deu outros detalhes sobre o caso.

Além disso, as forças de segurança revistaram pelo menos dois imóveis na zona residencial vizinha de Drumbeg, supostamente por terem relação com a morte de Carroll, segundo a emissora pública britânica "BBC".

A detenção foi realizada depois que o IRA de Continuidade enviou à agência local "Press Association" ("PA") uma mensagem codificada na qual assumia a autoria do ataque.

O policial morreu 48 horas depois que dois soldados britânicos foram assassinados na Irlanda do Norte em um ataque do IRA Autêntico, outra organização dissidente do Exército Republicano Irlandês. EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG