Polícia detém 29 mafiosos da Camorra napolitana

Roma, 5 jan (EFE).- As forças italianas da Carabinieri (Polícia militarizada) detiveram na segunda-feira à noite 29 integrantes de seis poderosos clãs da Camorra napolitana por formação de quadrilha para a máfia, tráfico de drogas, extorsão e violação da lei sobre armas, informou hoje a corporação.

EFE |

Os crimes se referem ao período compreendido entre 1997 e 1999, quando os clãs chegaram a se enfrentar com fuzis e granadas, resultando em 16 homicídios, motivos de outros processos penais.

Os clãs envolvidos são o Natale-Marino, que opera em Caivano; Legnante-Pezzela, em Frattamaggiore e Frattaminore; Russo-Ciccarelli, em Parco Verde di Caivano; Pezzella, em Cardito e em Carditello; Iavazzo, em Frattamagiore; e Cennamo, em Crispano e em Frattaminore.

As investigações realizadas pela Carabinieri descobriram os autores e os mandantes dos 16 homicídios causados, segundo as autoridades, pelas disputas entre os clãs pelo controle das extorsões e do tráfico de drogas. EFE cps/sa-an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG