Polícia detém 200 advogados por participar de protestos na Índia

Nova Délhi, 20 fev (EFE).- Mais de 200 advogados foram detidos hoje por participar dos protestos que deram origem aos intensos choques com a Polícia nos últimos dias em Tamil Nadu, sul da Índia.

EFE |

Um grupo de 150 advogados foi detido durante uma manifestação não autorizada perto da sede do Governo regional em Chennai, capital de Tamil Nadu.

Outros 50 foram detidos em outros pontos do estado por suposto envolvimento em confrontos e perturbação da ordem pública, segundo a agência "Ians".

Nos protestos de hoje, 25 advogados ficaram feridos e um posto policial foi incendiado.

O responsável de Justiça de Tamil Nadu, S. Durai Murugan, proibiu hoje o debate sobre as manifestações na Assembleia regional e culpou tanto os advogados como as forças de segurança pela "infeliz mudança dos eventos".

Murugan explicou que as forças de segurança foram forçadas a usar a força em decorrência do desenrolar dos protestos.

A proibição de Murugan instigou os legisladores da oposição, que insistiram em iniciar um debate parlamentar sobre os protestos e, finalmente, foram retirados da Câmara. EFE mb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG