Polícia descarta que morte de Brittany Murphy tenha sido criminosa

Los Angeles (EUA.), 21 dez (EFE).

EFE |

- A Polícia de Los Angeles, que investiga as causas da morte da atriz Brittany Murphy, descartou hoje qualquer indício de criminalidade na morte da artista, no domingo.

O porta-voz da Polícia, Cleon Joseph, disse que os investigadores descartaram qualquer indício de criminalidade, enquanto o corpo legista da cidade, que informou que a autópsia será realizada hoje, também faz insistência nesse sentido.

"Parece que pode ter sido uma morte natural", disse o porta-voz Ed Winter, mas explicou que estavam cientes do amplo histórico médico de Murphy, que morreu repentinamente aos 32 anos.

Segundo o site "TMZ", a mãe de Brittany disse às autoridades que sua filha sofria de diabetes.

O "TMZ" também afirma que a jovem tinha estado muito doente horas antes de sua morte e que tinha tomado diferentes medicamentos durante vários dias para resistir a sintomas parecidos aos de uma gripe. EFE mg/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG