Polícia desarma explosivo em carro na Times Square

"Não temos nem ideia de quem fez isto nem de por que" diz o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, sobre o incidente

iG São Paulo com EFE |

O veículo suspeito localizado na praça de Times Square de Nova York continha um "dispositivo explosivo" de fabricação "amadora", que, no entanto, poderia ter provocado um incidente "muito mortífero", segundo confirmou hoje o prefeito da cidade, Michael Bloomberg.

"Não temos nem ideia de quem fez isto nem de por que", reconheceu Bloomberg em entrevista coletiva convocada em Times Square, já que, por enquanto, não se têm imagens de nenhum ocupante do veículo . Ninguém disse ter visto alguma pessoa sair dele, acrescentou, ou correr pelas imediações na hora que este estacionou onde, mais de sete horas depois, ainda continuava parado.

No entanto, o prefeito insistiu em que estão sendo revisadas todas as câmaras de segurança que exitem na área, e lembrou que é muito provável que nas próximas horas alguém entre em contato com as autoridades dizendo que viu a pessoa ou pessoas que deixaram o veículo por volta das 18h30 hora local (20h30 de Brasília) do sábado.

Reuters/Newscom/REUTERS TV
Esquadrão antibomba examina carro onde explosivo foi colocado, na Times Square, em Nova York

O prefeito de Nova York também avaliou a rápida atuação de cidadãos e policiais e encorajou nova-iorquinos e turistas a continuar com sua vida normal.

O chefe do Departamento de Polícia de Nova York, Raymond Kelly, detalhou na mesma entrevista coletiva que no interior do veículo havia três contêineres de propano e outros dois de gasolina, assim como fogos de artifício de consumo doméstico, dois relógios, cabos e outros materiais, e qualificou a bomba de "improvisada".

Os alarmes dispararam quando um vendedor ambulante de camisetas viu sair fumaça de uma caixa localizada na parte traseira de um veículo escuro de grandes dimensões e alertou a Polícia. O fato de que a placa não coincidia com o modelo do automóvel fez com que a Polícia evacuasse e isolasse imediatamente a região, centro nervoso de Manhattan, onde milhares de turistas e transeuntes se encontravam passeando ou indo a cinemas e teatros da popular Broadway.

    Leia tudo sobre: Nova York. Times Squarecarro-bomba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG