Polícia de Tel Aviv fecha mais de 20 casas de prostituição

Jerusalém, 16 nov (EFE).- A Polícia de Tel Aviv fechou mais de 20 casas de prostituição no bairro vermelho da cidade, em operações realizadas neste fim de semana, informou à Agência Efe um porta-voz policial.

EFE |

Cerca de 50 prostitutas e vários clientes que "estão sendo interrogados" foram detidos nas operações, que aconteceram no bairro Shapira, no sul da cidade.

Os bordéis receberam ordens de permanecer fechados durante um mês e vários deles poderiam ser encerrados permanentemente.

A operação foi realizada para acabar com o foco de criminalidade em que tinha se transformado o "bairro vermelho" de Tel Aviv, disse o porta-voz.

Embora em Israel não seja ilegal exercer a prostituição, uma profissão adotada, fundamentalmente, por mulheres procedentes da antiga União Soviética, incitar a cometê-la ou beneficiar-se do dinheiro obtido por uma pessoa que se prostitui pode significar penas de até cinco anos de prisão. EFE aca/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG