Polícia de Honduras impede manifestação pró-Zelaya

TEGUCIGALPA - A polícia de Honduras impediu nesta segunda-feira uma passeata de seguidores do presidente deposto, Manuel Zelaya, no primeiro dia de vigência do estado de exceção imposto pelo governo de facto.

AFP |

AFP
Manifestante pró-Zelaya participa de protesto em Tegucigalpa

Manifestante pró-Zelaya participa de protesto em Tegucigalpa

Centenas de manifestantes se reuniram durante a manhã diante da Universidade de Pedagogia, leste de Tegucigalpa, mas um forte contingente policial cortou a passagem da multidão para impedir que se deslocassem para a zona central da capital.

Os líderes da Frente Nacional de Resistência contra o Golpe, que busca a restituição de Manuel Zelaya no poder, decidiram fazer um ato nos arredores do centro educativo para não provocar confronto com a polícia.

Muitos dos manifestantes colocaram uma fita na boca para destacar o silêncio imposto pelo governo, que restringiu por 45 dias as liberdades de mobilização, reunião, organização e expressão.

Leia também:


Leia mais sobre Honduras

    Leia tudo sobre: brasilhonduraszelaya

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG