Kuala Lumpur, 17 fev (EFE).- A Polícia litorânea da Malásia deteve sete piratas indonésios que operavam na península de Malaca, após protagonizar uma perseguição em lancha que incluiu tiroteios e lançamentos de granadas, informou hoje a imprensa local.

Um dos fugitivos indonésios foi baleado durante a troca de tiros, registrada nesta segunda-feira, e foi hospitalizado, segundo fontes policiais.

"Danificamos o motor da lancha com nossos disparos. Assim, conseguimos alcançá-los após 30 minutos de perseguição", explicou o oficial Mohamad Kamsani Abdul Rahman ao jornal malaio "The Star".

A península de Malaca, tradicional canal de navegação entre Oriente e Ocidente, viu reduzir consideravelmente o número de ataques de piratas devido às ações da Polícia litorânea de Cingapura, Malásia e Indonésia. EFE lol/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.