Polícia da Colômbia encontra arsenal paramilitar com mais de 100 fuzis

Bogotá, 6 ago (EFE).- A Polícia colombiana confiscou hoje 103 fuzis e outras armas que pertencem ao grupo de um dos ex-chefes paramilitares do noroeste do país que foi extraditado para os Estados Unidos em maio passado, informaram fontes do organismo em Bogotá.

EFE |

O arsenal de guerra foi descoberto em dois esconderijos debaixo da terra na zona rural de El Retiro, próxima a Medellín, segundo informou a Agência Nacional de Notícias Policiais (ANNP), que indicou que o armamento pertencia ao chamado Escritório de Envigado.

Trata-se de uma estrutura armada de cobranças e narcotráfico com sede em Envigado, local vizinho a Medellín, que era liderada por "Don Berna", apelido de Diego Fernando Murillo, ex-chefe das dissolvidas Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC).

Murillo, antigo comandante de dois blocos das AUC, deixou as armas há mais de dois anos e foi extraditado para os EUA em 13 de maio junto a outros 13 ex-comandantes das AUC, entre eles Salvatore Mancuso, ex-dirigente máximo da organização.

A agência policial afirmou que o arsenal de guerra estava nas montanhas da Normandia, aldeia rural de El Retiro, escondido em dois depósitos sob terra.

Além das 103 armas de longo alcance, as autoridades encontraram 195 cartuchos de balas para fuzil e 63 granadas, acrescentou a fonte. EFE jgh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG