Polícia confirma 168 mortes em queda de avião no Irã

Teerã, 15 jul (EFE).- A Polícia confirmou a morte dos 168 ocupantes do avião iraniano que caiu hoje minutos após decolar de Teerã com destino a Yerevan, capital da Armênia.

EFE |

"No avião, viajavam 153 passageiros e 15 membros da tripulação.

Todos morreram", afirmou o comandante Massoud Jafari Nasab, chefe da Polícia de Qazvin, cidade próxima ao local do acidente.

A aeronave, um Tupolev de fabricação russa operado pela companhia Caspian Airlines, caiu por volta das 11h30 (4h30 de Brasília), aproximadamente 15 minutos após decolar do aeroporto internacional da capital iraniana.

As causas da tragédia ainda não foram determinadas. As autoridades também não divulgaram a nacionalidade dos passageiros.

"O avião ficou destruído. Vários pedaços ficaram espalhados nos arredores de Jannat-abad (localidade rural próxima a Qazvin)", disse o chefe dos bombeiros, Hussein Behzadpour, à agência oficial de notícias "Irna".

Segundo a fonte, várias unidades do Corpo de Bombeiros chegaram ao local do acidente instantes depois de o aparelho ter perdido contato com a torre de controle e caído envolvido em chamas.

Uma emissora de TV local mostrou imagens do lugar em que o avião caiu. A Polícia isolou a área, para onde diversas ambulâncias foram enviadas.

O porta-voz da agência iraniana de aviação civil, Reza Jafarzadeh, disse que a única informação sobre o acidente disponível até o momento é que "o voo 7908 sofreu problemas 16 minutos após decolar".

A Caspian Airlines é uma companhia iraniana. Fundada em 1992, opera voos para Hungria, Emirados Árabes Unidos, Síria, Ucrânia, Armênia, Belarus e Turquia, e também para as principais cidades iranianas. EFE jm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG