Polícia colombiana descobre plano das Farc de novos atentados em Bogotá

Bogotá, 3 jul (EFE).- A Polícia colombiana descobriu um plano das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) de realizar mais atentados em Bogotá, como os dos últimos dias, que causaram a morte de uma pessoa e deixaram outras dez feridas, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O comandante da Polícia de Bogotá, coronel César Augusto Pinzón, disse que interceptou comunicações entre as Farc, nas quais um líder ordena atentados contra torres elétricas e outros lugares na capital colombiana e responsabilizou o grupo rebelde pelas três recentes explosões.

"O Exército e a Polícia conseguiram captar conversar, onde a Frente 51 das Farc ordenava atentados em Cundinamarca e Bogotá e insistia na presença ativa de atentados sobre a capital", revelou o oficial.

Pinzón afirmou que o novo chefe das milícias urbanas das Farc em Bogotá, conhecido como "Yemirson", ordenou esses atentados.

Além disso, confiscou um mapa de Bogotá, com diferentes pontos assinalados, como quartéis policiais, que aparentemente seriam os alvos desses novos ataques. Este mapa estava com os dois homens que foram presos na noite anterior.

Três recentes atentados com explosões em Bogotá, que resultaram na morte de uma pessoa, além de dez feridos, obrigaram a Polícia a aumentar as tarefas de inteligência, nesta quarta-feira, para prevenir novos ataques e a oferecer uma recompensa por informações que permita a captura dos responsáveis. EFE fer/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG