As autoridades colombianas descobriram nas últimas horas 148 fuzis procedentes de Honduras e que seriam entregues a um grupo paramilitar ligado ao narcotráfico, revelou nesta segunda-feira a polícia.

Segundo o diretor da polícia nacional colombiana, general Oscar Naranjo, os fuzis AK-47, M4 e M-16, avaliados em cerca de 800 mil dólares, entraram na Colômbia pela América Central.

Durante a apresentação dos fuzis, Naranjo disse que a descoberta deve permitir o desmantelamento da rede internacional de tráfico de armas que está abastecendo os grupos do narcotráfico colombiano.

O arsenal era dirigido a Daniel Rendón Herrera, também conhecido por "Don Mario", um chefe paramilitar ligado ao narcotráfico, informou Naranjo.

Os fuzis foram apreendidos na localidade de Arboletes, no departamento de Urabá, após uma denúncia que será recompensada com cerca de 55 mil dólares, disse Naranjo.

Na operação foram detidos seis colombianos.

pro/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.