Polícia colombiana apreende 150 fuzis de paramilitares

Bogotá, 7 abr (EFE) - A Polícia da Colômbia apreendeu 150 fuzis que, aparentemente, seriam entregues a um esquadrão paramilitar de direita na zona de Urabá (noroeste), informaram hoje fontes policiais.

EFE |

Na operação, seis pessoas foram detidas.

A Polícia indicou em comunicado que as armas foram apreendidas domingo em Arboletes, localidade do departamento de Antioquia situada cerca de 500 quilômetros ao noroeste de Bogotá.

Os agentes disseram que as armas foram levadas à região de Urabá, possivelmente a partir da ilha caribenha de San Andrés, procedentes da América Central.

O arsenal, segundo as autoridades, aparentemente pertence a Daniel Rendón Herrera, apelidado de "Don Mario", um membro das Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), organização que foi desmobilizada durante o processo de paz realizado com o Governo, mas que depois continuou a atuar na clandestinidade.

A mesma entidade afirmou que as armas provavelmente seriam usadas nas corporações de segurança que controlam as rotas do narcotráfico.

Há duas semanas as autoridades apreenderam outros 56 fuzis em Antioquia que pertenciam a "Don Mario" e outras 63 armas em Nariño (sul).

"Don Mario" é irmão do ex-chefe paramilitar Freddy Rendón Herrera, conhecido como "El Alemán", considerado um importante líder do tráfico de drogas.

As AUC, que reuniam os esquadrões paramilitares, acusados de múltiplos crimes contra a humanidade, mobilizaram mais de 31 mil combatentes no processo de paz. EFE gta/bf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG