Polícia chinesa quer acabar com as armas falsas diante dos Jogos Olímpicos

Pequim, 23 jul (EFE).- A Polícia chinesa intensificará a luta contra a produção, venda e tráfico de armas falsas para garantir a segurança diante da realização dos Jogos Olímpicos de Pequim, segundo a agência oficial Xinhua.

EFE |

A Polícia local deverá destruir a propaganda, a armazenagem e as redes de distribuição de armas falsas, assim como buscar e acabar com as fontes de produção ilegal, informou um comunicado do Ministério da Segurança Pública.

O comunicado não especificou a data de lançamento da campanha, que durará um mês.

O ministério também pediu às alfândegas que aumentem a vigilância da importação e exportação deste tipo de artefato.

A lei de controle de armas da China proíbe produzir e vender armas falsas, e os infratores podem ser detidos por até 15 dias e sofrer castigos mais rigorosos se seus produtos provocarem algum incidente. EFE rm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG