Polícia busca ladrões após roubo milionário de joias em Londres

LONDRES - A polícia da Grã-Bretanha divulgou na terça-feira as imagens de dois homens procurados por um dos maiores roubos de joias do país - um assalto de 40 milhões de libras a uma joalheria de luxo de Londres.

Reuters |

A dupla entrou na joalheria Graff Jewellers, no sofisticado distrito de Mayfair, na tarde da última quinta-feira, ameaçando funcionários com revólveres e chegando até a fazer uma funcionária refém.

Eles levaram 43 itens - anéis, pulseiras, colares e relógios estimados no total em US$ 65 milhões (pouco menos de 40 milhões de libras) - e dispararam um tiro ao deixar o local. A funcionária foi deixada diante da joalheria e ninguém ficou ferido.

Uma investigadora disse que os ladrões fugiram em um BMW azul, abandonado por eles algumas ruas depois quando um segundo tiro foi disparado no chão.

Os homens entraram depois num Mercedes cinza e, em outra troca um pouco depois, vários suspeitos entraram num carro preto numa via próxima.

"Esse foi um assalto bem planejado com o uso de uma série de veículos para ajudar os ladrões na fuga," disse a inspetora-chefe Pam Mace. "Esses homens são extremamente perigosos e dispararam ao menos dois tiros nas movimentadas ruas de Londres durante a fuga."

A mídia noticiou que se acreditava que a ação era o maior roubo de jóias da Grã-Bretanha. Em 2003, uma quadrilha formada por europeus do Leste roubou 23 milhões de libras em diamantes da Graff. Dois integrantes da quadrilha foram presos depois e pegaram 20 anos de prisão.

Leia mais sobre assalto

    Leia tudo sobre: assaltogrã-bretanhajóias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG