Polícia britânica volta a investigar morte de dissidente búlgaro

A polícia britânica voltou a investigar o assassinato de dissidente búlgaro Georgi Markov ocorrido em Londres em 1978. Acredita-se que Markov tenha morrido vítima de envenenamento depois que teve a perna espetada com a ponta de um guarda-chuva quando esperava um ônibus na Ponte de Waterloo, no centro da cidade.

BBC Brasil |

O assassino jamais foi encontrado, embora a KGB (serviço de espionagem da antiga União Soviética) e a polícia secreta búlgara foram consideradas suspeitas de envolvimento.

A Scotland Yard confirmou que seus detetives visitaram a Bulgária duas vezes neste ano para ivestigar o caso.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG