Polícia britânica prende 5 com armas perto da cúpula do G20

LONDRES (Reuters) - Cinco pessoas suspeitas de planejar protestos contra a reunião do G20 em Londres na quinta-feira passada foram presas depois que a polícia encontrou armas durante uma invasão de uma casa no sudoeste da Inglaterra, disse a polícia nesta segunda-feira. Investigadores disseram que cinco britânicos, três homens com 16, 19 e 25 anos, e duas mulheres de 20 anos foram presos na cidade de Plymouth, entre sexta-feira e domingo, e estão agora sendo detidos sob leis de contraterrorismo.

Reuters |

A polícia disse que seus inquéritos indicaram que não havia uma "agenda religiosa" na investigação.

Milhares de policiais participam de uma gigantesca operação de segurança nesta semana, quando líderes chegarão ao país para a cúpula do G20 sobre a crise financeira, em 2 de abril.

Anarquistas ameaçaram levar o caos às ruas da capital britânicas, e uma fonte policial disse à Reuters que os cinco suspeitos participariam dos protestos. Todos eles estão detidos sob a Lei Antiterrorismo.

(Reportagem de Michael Holden)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG