Polícia argentina liberta 92 peões escravizados em fazenda

Buenos Aires, 18 nov (EFE) - A Polícia libertou hoje 92 peões rurais de nacionalidade paraguaia, boliviana e argentina em um sítio da província de Buenos Aires, onde trabalhavam e viviam em condições de escravidão, informaram hoje fontes policiais.

EFE |

A operação foi realizada no sítio "My Flower", em Brandsen, dedicada à produção e exportação de mirtilo à Europa.

Os trabalhadores libertados nesse estabelecimento eram retidos ilegalmente, trabalhavam em condições "desumanas" e viviam amontoados em galpões, indicou a Polícia.

Segundo foi possível constatar durante a operação, os operários tinham os documentos de identidade retidos, trabalhavam longas horas e não podiam sair do sítio sob qualquer hipótese até que acabassem de colher.

O proprietário do lugar, de 53 anos, foi detido. EFE nk/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG