Polícia alemã testa scanner corporal para segurança aérea

Berlim, 29 dez (EFE).- A Polícia alemã está testando há um ano e meio os sistemas de scanner corporal para melhorar a segurança aérea, informaram hoje fontes policiais, depois que, nos últimos dias, aumentaram os controles dos passageiros com destino aos Estados Unidos.

EFE |

Os testes acontecem a portas fechadas, em dependências policiais de Lübeck (norte do país), e, até o momento, não foi elaborado nenhum relatório sobre sua eficiência nem estabelecido quanto tempo durarão as provas, acrescentou essa fonte.

As autoridades alemãs, assim como outros países europeus e do resto do mundo, aumentaram o esquema de segurança e controle dos viajantes para os EUA, após a tentativa de atentado realizada por um nigeriano em um avião que fazia a rota Amsterdã-Detroit.

Os passageiros com destino aos EUA devem se apresentar nos aeroportos antes do habitual, mas essas medidas provocaram alguns atrasos nas decolagens desses voos.

A tentativa de atentado no avião com destino a Detroit abriu um debate na Alemanha sobre segurança aérea, enquanto alguns especialistas advertem que esta não pode ficar 100% garantida nem mesmo com scanner corporal, que também representa uma restrição do direito à privacidade.

Por enquanto, a União Europeia (UE) não autorizou a instalação desses aparelhos de maneira generalizada nos aeroportos, devido à oposição manifesta do Parlamento Europeu, em outubro de 2008, a sua implantação.

O sindicato da Polícia alemã reivindicou um reforço dos efetivos nos aeroportos e lembrou que parte das funções de controle foram repassadas para vigilantes e empresas privadas. EFE gc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG