Polícia alemã mantém cerco de homem entrincheirado depois de explosões

BERLIM - A polícia alemã mantém cercada uma casa na cidade de Viernheim, no oeste do país, onde um homem de 44 anos está entrincheirado, depois de ter detonado vários explosivos em uma residência vizinha, na manhã desta quarta-feira.

EFE |

EFE

Policiais cercam casa após denúncia de que havia homem com explosivos

O edifício, aparentemente a residência do indivíduo, foi evacuado ao longo do dia e, segundo informações policiais, somente o homem se encontra em seu interior, possivelmente equipado com explosivos.

O cerco se iniciou pouco depois de a polícia ter recebido o aviso de que um homem tinha montado uma trincheira em sua casa, depois de ter detonado vários explosivo em uma residência vizinha.

O indivíduo entrou em uma casa e detonou vários explosivos de pouca potência, no início da manhã, o que feriu levemente um homem de 32 anos e a sua mulher, de 31 anos, e deixou em choque os filhos do casal, de 7 e 9 anos.

Depois disso, o agressor, que escondeu seu rosto com uma máscara antigás, foi para sua casa, a 100 metros de distância, onde segue entrincheirado há horas, provavelmente com mais cargas explosivas.

A polícia isolou e evacuou o edifício de quatro andares, assim como outros imóveis próximos ao local e se mantém em contato com o homem, mas até agora não se sabe suas exigências ou propósitos.

Segundo a imprensa local, o agressor é, além disso, autor de outra explosão parecida, ocorrida na madrugada da segunda-feira, em uma casa vazia na localidade próxima de Weinheim.

A primeira detonação foi um teste para saber a capacidade dos explosivos.

De acordo com a imprensa, a ação do agressor faz parte de uma disputa entre inquilinos, cujas identidades não foram divulgadas.


Leia mais sobre explosão

    Leia tudo sobre: agressoralemanhaexplosão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG