Polícia alemã fecha escola em Erfurt por medo de novo massacre

Berlim, 26 nov (EFE).- A Polícia alemã ordenou hoje o fechamento preventivo de um colégio de ensino médio na localidade alemã de Erfurt, no leste do país, diante do medo de um novo massacre, como o que há seis anos matou 16 pessoas.

EFE |

Um porta-voz policial disse que foi ordenado o fechamento da escola depois que a direção do local recebeu um e-mail com ameaças que foram levadas a sério.

Acrescentou que o edifício foi desocupado e que uma equipe de policiais com cães está revistando minuciosamente as dependências, nas quais não se descarta que um desconhecido tenha colocado uma grande quantidade de explosivos.

O porta-voz policial disse que uma equipe de especialistas em informática tenta averiguar a origem do e-mail que contém as ameaças contra o colégio.

Comentou também que não se sabe ainda se os 800 alunos do centro poderão retomar as aulas ao longo do dia, e que essa decisão corresponde à direção do colégio e às autoridades educativas do estado federado da Turíngia.

Em 26 de abril de 2002, um ex-aluno dessa escola de Erfurt atacou o colégio e matou a tiros 16 pessoas - 12 professores, dois alunos, uma secretária e um policial -, e depois se suicidou. EFE jcb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG