A polícia da Alemanha afirmou, nesta segunda-feira, que prendeu um suspeito de liderar a quadrilha que assaltou um torneio de pôquer em Berlim no começo do mês. Segundo os policiais, ele é um libanês de 28 anos de idade e foi a quarta pessoa presa por envolvimento com o caso.

A gangue fortemente armada com fuzis e granadas roubou 242 mil euros (cerca de R$ 590 mil) do evento realizado no hotel Hyatt da capital alemã.

Em um comunicado, o homem detido nesta segunda-feira foi descrito como o "cérebro por trás da operação".

"Segundo nossas investigações, acreditamos que o suspeito foi o organizador. Ele também dirigiu o carro da fuga", disse a polícia.

O crime ocorreu no dia 6 de março. Na época acreditava-se que havia sido roubada uma soma bem maior do que se verificou depois.

Segundo a polícia, cerca de mil pessoas estavam no local e vários ficaram feridas por causa do pânico gerado pelo ataque, mas nenhuma em estado grave.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.