Polícia alemã ajudará na identificação das vítimas do acidente de avião

A polícia criminal alemã (BKA) anunciou o envio a Madri nesta quinta-feira de uma equipe para ajudar as autoridades espanholas, se necessário, na identificação dos corpos das vítimas do acidente com o avião da Spanair, que deixou 153 mortos.

AFP |

Essa equipe já participou na identificação de vítimas de outros 16 acidentes, assim como no tsunami na Ásia em dezembro de 2004, segundo a BKA.

Uma família alemã (pai, mãe e dois filhos) pode estar na lista de vítimas, segundo a polícia alemã.

Serão necessários dois dias para identificar os corpos dos 153 mortos no acidente do avião MD-82 da companhia Spanair, que se incendiou na quarta-feira durante a decolagem no aeroporto de Madri, anunciou a ministra espanhola do Desenvolvimento, Magdalena Alvarez.

"Até agora, estão sendo identificados pelas impressões (digitais). Alguns casos precisarão de exames de DNA", declarou Alvarez.

As testemunhas dos serviços de resgate afirmaram à imprensa espanhola que os corpos estavam totalmente carbonizados, depois do incêndio do avião, que tinha os tanques cheios de combustível.

O vôo JK 5022 da Spanair, compartilhado com a companhia alemã Lufthansa, saiu de Madri com destino a Las Palmas, no arquipélago espanhol das Canárias.

O avião pegou fogo na quarta-feira às 14H45 (9H45 de Brasília) durante a decolagem, com um saldo de 153 mortos e 19 feridos, no pior acidente aéreo na Espanha nos últimos 25 anos.

fz/fp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG