Polícia acredita que homem que abriu fogo e matou três em empresa dos EUA está morto

SAINT-LOUIS - Um homem abriu fogo em uma fábrica de produtos elétricos de Saint-Louis (Missouri, centro dos Estados Unidos) nesta quinta-feira, matando três pessoas e deixando outras cinco feridas, sendo três em estado grave. A polícia encontrou um quarto corpo no local, que acredita ser do atirador, que teria se suicidado.

iG São Paulo |

AP
Homem baleado é levado para ambulância

Homem baleado é levado para ambulância

O atirador invadiu o escritório da empresa ABB Power na manhã desta quinta-feira e foi procurado pela polícia durante toda a tarde. Durante a invasão ao prédio, cerca de 50 funcionários trabalhavam no local e  muitos conseguiram se esconder em armários.

A polícia diz estar confiante de que o corpo encontrado é do atirador. O homem, identificado como Timothy Herndon, 51 anos, tinha sido funcionário da empresa e fazia parte de um grupo de pessoas que a processa por supostamente obrigar os empregados a aderir a planos de aposentadoria com despesas "excessivas e desnecessárias".

A ABB Ltd, sediada em Zurique, tem 120 mil funcionários que produzem equipamentos elétricos em fábricas em todo o mundo.

Com AFP, Reuters e AP

Leia mais sobre Estados Unidos

    Leia tudo sobre: eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG