Polícia acredita em incêndio criminoso em Los Angeles

Por Dan Whitcomb e Steve Gorman LOS ANGELES (Reuters) - O enorme incêndio florestal nas montanhas ao redor de Los Angeles, o maior que ainda queima na região, tem origem criminosa e será investigado como homicídio, disseram autoridades na quinta-feira.

Reuters |

O incêndio matou dois bombeiros, destruiu 64 casas e queimou uma área do tamanho de Chicago nos nove dias em que se espalhou pelas montanhas de San Gabriel, que circundam Los Angeles.

"Após uma examinação forense no ponto de origem, os investigadores concluíram que o incêndio teve origem criminosa", disse a comandante dos serviços florestais dos Estados Unidos, Rita Wears.

As mortes do capitão dos bombeiros Ted Hall e do bombeiro Arnaldo Quinones, vítimas da queda do veículo em que estavam por 244 metros ao sair de uma estrada, torna o caso um homicídio, completou Wears.

As autoridades não deram detalhes sobre o início do fogo, mas uma área perto da cidade de La Canada-Flintridge, ao norte de Los Angeles, está isolada com fitas amarelas, marcando a cena de um crime, desde quarta-feira.

Não está claro se houve a identificação de algum suspeito.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG