Polícia acha nove corpos decapitados no México

A polícia do México encontrou neste domingo nove corpos decapitados na cidade de Chilpancingo, capital do Estado de Guerrero (sudoeste do país). Os corpos dos homens, supostamente militares, foram encontrados do lado de estradas, e as cabeças foram achadas em um saco plástico do lado de fora de um shopping center.

BBC Brasil |

Segundo o prefeito, Mario Moreno Arcos, entre os mortos está o diretor da polícia preventiva municipal, Simón Wencer Martínez.

A agência estatal de notícias do México, Notimex, informou que juntamente com as cabeças foi encontrada uma mensagem que dizia "para cada um que matem, nós vamos a matar dez".

Tráfico
Acredita-se que as vítimas tenham sido levadas por um grupo armado quando saiam da sede de um batalhão de infantaria de Chilpancingo.

O presidente do México, Felipe Calderón, mobilizou dezenas de milhares de soldados e policiais em todo o país para reprimir a atuação de grupos criminosos ligados ao narcotráfico.

Apesar disso, ainda não está claro se as mortes deste domingo estão diretamente relacionadas à campanha contra os traficantes.

Segundo a imprensa mexicana, até agora mais de cinco mil pessoas morreram no país em episódios de violência relacionados à guerra contra o crime organizado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG