Nova York, 9 abr (EFE).- O Museu Metropolitan, o Met, em Nova York, informou hoje que vai expor uma obra do artista espanhol Pablo Picasso que envolve certa carga sexual, que foi renegada pelo próprio pintor e ficou guardada nos porões do museus durante os últimos 28 anos.

Em uma exposição que abrirá suas portas no dia 27 de abril, o Met exibirá a obra, batizada de "Cena Erótica", que mostra uma mulher nua sentada em uma cama e com a cabeça encostada nas pernas um rapaz, vestido apenas com um suéter e deitado em um travesseiro.

"Foi uma piada entre amigos", disse Picasso (1881-1973) a seu companheiro Pierre Daix sobre a obra, pintada no início do século XX e que, no final do mês, estreará nas galerias do museu nova-iorquino junto a outras 300 pinturas do artista espanhol.

O Met expôs o quadro em 1982 e seus responsáveis afirmaram que ele não foi exibido novamente por não considerá-lo suficientemente bom, além de terem negado que sua temática sexual tenha algo a ver com isso.

A exposição acontecerá até o dia 1º de agosto e coincide com outras mostras do renomado artista na cidade, como a na galeria Marlborugh sobre a visão de Picasso sobre as mulheres, ou a do Museu de Arte Moderna (MoMa), sobre seu processo criativo nos primeiros anos do século XX. EFE mgl/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.