Pobreza aumenta nos EUA, aponta relatório do governo

Mais de 37 milhões de americanos vivem na pobreza, enquanto quase 46 milhões não têm seguro de saúde, de acordo com relatório divulgado nesta terça-feira, que pôs na mesa dois temas-chave na corrida para a Casa Branca.

AFP |

Pelo menos 37,3 milhões de pessoas viviam na pobreza no país, em 2007, o que significou um aumento em relação aos 36,5 milhões registrados em 2006, segundo o informe anual sobre renda, pobreza e cobertura de saúde.

A linha da pobreza para 2007 foi fixada em US$ 21.000 por cada família de quatro pessoas, independentemente de se vivem em uma cidade pequena, como Milwaukee, ou em uma metrópole, como Los Angeles, onde o custo de vida é muito mais elevado.

"O número de pessoas que vive sem cobertura de saúde caiu para 45,7 milhões, em 2007", contra os 47 milhões de 2006, declarou o chefe da Divisão de Habitação do Censo, David Johnson.

De acordo com um relatório publicado este ano pela Annie E. Casey Foundation, que defende políticas públicas e reformas para aliviar a pobreza, tanto os democratas quanto os republicanos fizeram "da luta contra a pobreza a principal prioridade em suas campanhas" eleitorais.


    Leia tudo sobre: pobreza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG