Pleito presidencial no Quirguistão é marcado por alta participação

Moscou, 23 jul (EFE).- A participação dos eleitores no pleito presidencial de hoje no Quirguistão foi bastante elevada, informou a Comissão Eleitoral Central (CEC) após o fechamento dos locais de votação.

EFE |

Às 18h (9h de Brasília), duas horas antes do fechamento dos 2.333 colégios eleitorais, 73,03% dos 2,8 milhões de eleitores registrados já tinham votado, destacou um porta-voz da CEC, citado pela agência oficial quirguiz "Akipress".

Em pleno dia de votação, dois dos seis candidatos à Presidência abandonaram a corrida eleitoral: o líder da Oposição Unificada e ex-primeiro-ministro Almazbek Atambayev e o independente Zhenishbek Nazraliev.

O motivo alegado por ambos foi a falta de legitimidade do pleito.

Mas, de acordo com as pesquisas, eram mínimas as chances de eles derrotarem o favorito Kurmanbek Bakiev, que tenta a reeleição.

Numa tentativa de impugnar os resultados do pleito, Atambayev pediu a seus eleitores que se manifestassem "contra as eleições", apesar de a Prefeitura de Biskek ter proibido mobilizações.

A Comissão Eleitoral, por sua vez, considerou "ilegal" a renúncia dos dois candidatos no dia da votação. Segundo o órgão, a lei eleitoral só permite desistências até três dias antes do pleito.

A CEC informou ainda que anulou os votos de um colégio eleitoral em que, antes mesmo da abertura das seções, foi detectada a presença de inúmeras cédulas dentro de algumas urnas.

O Ministério do Interior também comunicou o registro de um incidente grave em Balykchi. Nessa cidade, aproximadamente 200 pessoas foram dispersadas depois de tentarem ocupar um colégio eleitoral e, em seguida, a Prefeitura local.

Os primeiros resultados do pleito desta quinta-feira serão anunciados pela CEC a partir da meia-noite (15h de Brasília). EFE se/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG