Plebiscito termina sem incidentes em Mianmar

Yangun (Mianmar), 10 mai (EFE).- O plebiscito convocado pela Junta Militar birmanesa para referendar seu projeto constitucional acabou hoje em um dia que transcorreu sem incidentes.

EFE |

A consulta foi a primeira ligação com as urnas do povo birmanês desde os pleitos legislativos de 1990 e só aconteceu nas áreas do país que ficaram a salvo dos efeitos do ciclone "Nargis".

O regime adiou até o dia 24 de maio a realização do plebiscito em Yangun, a antiga capital, e no delta do rio Irrawaddy, as regiões mais atingidas pelo ciclone, que até agora deixou mais de 23 mil mortos, cerca de 37 mil desaparecidos e 1,5 milhão de pessoas desabrigadas, segundo informações oficiais. EFE mfr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG