Quito, 15 jul (EFE).- O plebiscito para aprovar ou rejeitar a Carta Magna redigida pela Assembléia Constituinte do Equador acontecerá em 28 de setembro, informou hoje à Agência Efe uma fonte do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE).

O TSE fará a convocação em 13 de agosto e 45 dias depois, como estabelece a lei, acontecerá o plebiscito, acrescentou a fonte, após precisar que esse calendário se manterá "independente do que acontecer". EFE jc/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.