O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson, disse que continuará a trabalhar com líderes no Congresso com o objetivo de aprovar um plano abrangente que estabilize o sistema financeiro e limite as perspectivas de deteriorização da economia. A declaração foi feita depois de a Câmara ter rejeitado, nesta seguda-feira, o pacote de ajuda de 700 bilhões a instituições financeiras.

"Nós temos muito trabalho a fazer", disse Paulson. "Isto é muito importante para deixar fracassar."
O secretário afirmou que continuará a usar todas as ferramentas disponíveis para proteger o sistema financeiro e a economia.

Mas Paulson acrescentou que não dispõe de todas os poderes necessários para enfrentar a situação e que isso depende do Congresso. "Nosso conjunto de ferramentas é substancial, mas insuficiente", disse.

Questionado sobre quanto tempo a economia do país levará para entrar em recessão se um plano de ajuda não for aprovado, Paulson disse que algo tem de ser feito "o mais rápido possível".

Ele afirmou que o pacote rejeitado pelo Congresso "daria as ferramantes necessárias para proteger os mercados financeiro e o povo americano".

"Para onde vamos agora é algo que teremos de trabalhar com os líderes do Congresso, porque precisamos fazer algo e vamos trabalhar duro nisso."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.