Plano de Bush contra a Aids foi aprovado pela Câmara de Representantes

A Câmara de Representantes americanos votou na noite de quarta-feira a continuação do plano do presidente George W. Bush a favor da luta contra a Aids no mundo, triplicando os fundos em 50 bilhões de dólares para os próximos cinco anos.

AFP |

"Bush agradece aos membros do Congresso que apoiaram a lei", indicou a Casa Branca em comunicado.

O plano, que deverá ser aprovado pelo Senado sem problemas, foi aceito pela maioria, foram 306 votos contra 116 na Câmara de Representantes.

Caso seja plenamente adotado, o fundo para o programa da luta mundial contra o HIV/Aids, a tuberculose e a malária, lançado em 2003, que contou com 15 bilhões de dólares nos primeiros cinco anos, contará com 50 bilhões para os próximos cinco anos.

"Em consequência ao sucesso da lei que adotamos há cinco anos, os Estados Unidos ofereceram medicamentos que permitiram salvar a vida de 1,5 milhão de homens, mulheres e crianças", apontou em comunicado o presidente da comissão de Assuntos Exteriores, o democrata Howard Berman.

"Esse plano também contribuiu para levar ajuda sete milhões de pessoas, entre elas 2,7 milhões de órfãos e crianças em estado vulnerável, e permitiu evitar que 150 mil bebês fossem infectados no mundo", concluiu.

jkb/cl

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG