Piratas somalis tomam navio alemão, tripulação não foi ferida

Por Helen Nyambura-Mwaura NAIRÓBI (Reuters) - Piratas somalis sequestraram um cargueiro alemão com capacidade para 31 mil toneladas de grãos no Golfo de Aden, mas os 17 tripulantes da embarcação não estão feridos, afirmou um representante da marinha queniana neste sábado.

Reuters |

O MV Patriot, com bandeira de Malta, pertence à Patriot Schiffahrts e é administrado pela Blumenthal JMK de Hamburgo, Alemanha, segundo Andrew Mwangura, diretor Programa de Assistência Marítima do Leste Africano.

"Ouvi que ele foi tomado no começo da manhã", disse Mwangura à Reuters. "Ele foi sequestrado na parte leste do Golfo de Aden."

Os ataques piradas na costa leste da África têm ocorrido com mais frequência nas últimas semanas apesar da presença de uma pequena frota de navios de guerra estrangeiros na região.

Gangues marítimas mantém mais de 250 reféns e já fizeram milhões de dólares através de resgates, elevando os custos dos seguros. Algumas linhas marítimas agora optam por usar uma rota maior e mais cara em torno do Cabo da Boa Esperança para evitar capturas.

Os sequestros subiram aproximadamente 200 por cento, para 111 em 2008. Até o momento ocorreram 40 incidentes este ano.

O Ministério das Relações Exteriores em Berlim afirmou que não podia confirmar se o navio alemão fora sequestrado. "Vimos as notícias e estamos investigando", explicou um porta-voz do ministério.

No último sequestro de maior porte, piratas atacaram um navio norte-americano, o Maersk Alabama, em abril.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG