Piratas somalis seqüestram navio malaio perto do Iêmen

Sana, 16 dez (EFE) - Um rebocador malaio foi seqüestrado hoje por piratas somalis perto do porto de Al Mukala, no sudeste do Iêmen, enquanto navegava em direção à Malásia, segundo fontes marítimas iemenitas.

EFE |

As fontes explicaram à Agência Efe que os piratas tomaram o navio, alugado pela companhia petrolífera francesa Total, no mar Arábico, três horas depois de a embarcação deixar o porto de Al Mukala.

De acordo com as fontes, não se sabe o número dos tripulantes, em sua maioria malaios, que estavam a bordo da embarcação quando ocorreu o seqüestro.

Desde o começo do ano, mais de 80 embarcações foram atacadas na África, onde o golfo de Áden é considerado uma das regiões mais perigosas para os navios.

Os piratas foram especialmente ativos nos últimos meses e evidenciaram sua capacidade para abordar navios cada vez maiores e em um maior raio de alcance. EFE ja/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG