Nairóbi, 23 mar (EFE).- Um grupo de piratas somalis sequestrou um cargueiro com bandeira das Bermudas e 25 tripulantes, o segundo navio apenas hoje, que estava no golfo do Áden, a cerca de 120 milhas do litoral de Omã.

O diretor do Programa de Assistência Marítima (PAM) do leste da África, Andrew Mwangura, disse à Agência Efe que piratas sequestraram esta tarde o cargueiro "Talca", com bandeira das Bermudas e de propriedade de uma companhia registrada nas Ilhas Virgens.

A força naval europeia UE-Navfor, que patrulha as águas do golfo do Áden e o oceano Índico, confirmou a ação.

"O sequestro ocorreu aproximadamente a 120 milhas náuticas do litoral de Omã. O 'Talca' ia de Sojna, no Egito, a Busheir, no Irã, e já tinha passado pelo Corredor Recomendado de Passagem Internacional patrulhado pela UE-Navfor", aponta um comunicado da missão naval europeia.

O comando da operação precisou que o navio tinha 25 tripulantes, mas Mwangura não pôde oferecer mais detalhes sobre a tripulação do "Talca".

Esta manhã, outro grupo de piratas somalis sequestrou um cargueiro turco com 21 tripulantes a mais de 1,8 mil quilômetros de suas bases. O navio estava mais próximo do litoral da Índia que da Somália.

Nas últimas semanas os piratas somalis têm se aventurando em águas cada vez mais distantes do litoral de seu país. Com os dois sequestros de hoje, eles capturaram, em 31 tentativas de abordagem, 11 navios em 2010 e tem, neste momento, 12 embarcações em seu poder.

EFE jmc/pb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.