Piratas somalis pedem resgate por capitão americano

Os piratas somalis que mantêm como refém o capitão americano de um navio de carga exigem um resgate para liberá-lo, disse nesta sexta-feira à AFP Abdi Garad, um dos chefes dos sequestradores, sem especificar a quantidade. Estamos pedindo um resgate para liberar o capitão, disse Garad por telefone de Eyl, um refúgio pirata no norte da Somália.

AFP |

Garad avisou que não vai aceitar enganação. "Estamos em condições de defender nossa equipe e se os americanos tentarem nos enganar terão consequências negativas".

Os piratas atacaram quarta-feira o cargueiro de 17,5 toneladas 'Maersk Alabama', de propriedade dinamarquesa e bandeira americana, com 20 tripulantes americanos a bordo. Os marinheiros recuperaram o controle da embarcação, mas os piratas conseguiram reter o capitão em um bote salva-vidas.

Enquanto o pirata pedia o resgate, a imprensa informou que o capitão havia tentado fugir. O capitão Richard Phillips conseguiu pular no mar durante a noite e tentou nadar até o navio americano 'USS Bainbridge', que está nas proximidades, mas os piratas conseguiram recapturá-lo, destacaram três canais de televisão.

Funcionários militares dos Estados Unidos disseram à CNN que Phillips estava bem e que os piratas não o feriram ao frustrar sua tentativa de fuga.

Leia mais sobre piratas

    Leia tudo sobre: piratas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG