Berlim, 11 set (EFE).- A embarcação alemã BBC Trinidad, que estava sob poder de piratas somalis desde 21 de agosto, foi libertado, assim como sua tripulação e, segundo a empresa Beluga, todos estão em boas condições físicas.

A empresa negociou com os piratas e pagou um resgate que, de acordo com números não confirmados, superou 1 milhão de euros.

A tripulação do cargueiro era formada por 13 homens, comandados por um capitão de nacionalidade eslovaca.

Após o seqüestro, a empresa entrou em contato com os piratas - cerca de 15 homens -, que, a princípio, se mostraram agressivos. EFE rz/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.