Piratas somalis liberam navio sequestrado em abril

Johanesburgo, 14 set (EFE).- Piratas somalis libertaram hoje uma embarcação de propriedade grega e seus 22 tripulantes filipinos, que foram sequestrados em abril no Golfo de Áden, segundo o grupo Ecoterra.

EFE |

O cargueiro "Irene", de bandeira de São Vicente e Granadinas, foi liberado depois que os piratas receberam US$ 2 milhões de resgate, indica um comunicado de imprensa da Ecoterra, ONG com sede em Nairóbi e que se dedica ao controle do tráfego marítimo, da pesca e da pirataria no litoral africano do Índico.

A embarcação, que havia zarpado da Jordânia e seguia para a Índia, foi interceptado no Mar Vermelho em 14 de abril. Os dois bandos de piratas que invadiram o barco o levaram para Garahad, na região autônoma de Puntlândia, no nordeste da Somália.

Segundo a Ecoterra, o armador grego "Chian Spirit Maritime Enterprises" não confirmou o pagamento de um resgate pela libertação do "Irene". EFE jm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG